2401616-2.jpg

Currículo de Referência para a Formação Profissional de Astrólogos

Resumo dos Conteúdos e Procedimentos Obrigatórios:

TEORIA

São as seguintes as disciplinas que compõem a teoria, com a indicação do conteúdo sugerido: 

 

Apresentação da Astrologia, definição do que é astrologia e informação das aplicações e usos desse saber. Estabelecimento do primeiro contato dos alunos com o vocabulário astrológico inicial e com os sinais gráficos que representam os diversos componentes da carta astrológica. 

 

Mecânica Celeste para Astrólogos, descrição dos fenômenos celestes diretamente ligados à astrologia. O Sistema Solar, seus movimentos e suas leis; a Lua; sistemas de coordenadas celestes e terrestres; sistemas de hora, fusos e calendário. 

 

Simbolismo Astrológico – Conceituação e classificação dos Símbolos e sua utilização na Astrologia. 


Mitologia dos Signos – Catasterismos das constelações utilizados para os signos. 


Mitologia dos Planetas – Os Mitos das divindades gregas. 

O núcleo da Teoria astrológica é constituído pelas seguintes disciplinas: 

 

Signos – Conceito geral, classificações, descrição dos doze signos, as relações entre eles. 


Planetas – Conceito geral de luminares e planetas, classificações, descrição da natureza essencial, dignidades e debilidades.

Casas – Conceito geral, classificações, descrição dos significados. 


Aspectos I – Definição, classificações, descrição da natureza. 


Estrelas I – Conceito e definições. 


História da Astrologia – Mesopotâmia, Egito, Grécia e Mundo Árabe, Astrologia através dos tempos até os dias de hoje. 

 

TÉCNICA 

 

As disciplinas que fazem parte da Técnica Astrológica, com a indicação do conteúdo sugerido são: 

Cálculo – Posicionamento dos planetas, dos luminares e dos pontos astrológicos. Cálculo das cúspides das casas e dos aspectos. Uso das efemérides e da tabela de casas. Montagem do mapa. 

Planetas nos Signos, Planetas nas Casas; Signos nas Casas – As denominações dessas matérias já dão conta de seu conteúdo.

Regências – Descrição da combinação do significado das casas entre si. 


Aspectos II – Descrição dos significados dos aspectos formados entre os luminares, planetas e pontos do mapa. 


Nodos – Definição e conceito dos nodos lunares. Interpretação dos nodos lunares por signos , casas e aspectos. 


Partes, Pontos e Asteroides – Conceito, definições, significados e interpretação da Parte da fortuna, outras partes, outros pontos (tais como Lilith, Quíron, etc.) e asteroides. 


Interpretação de Cartas Astrológicas – Estudo das várias técnicas que sintetizam a carta astrológica. A Teoria das Determinações. 

Estrelas II – Localização, coordenadas, natureza e interpretação. 

Trânsitos – Regras para a interpretação dos trânsitos dos planetas lentos. Em seus aspectos formados com as posições dos luminares e planetas de uma carta astrológica, significado da passagem pelas casas. 


Ciclos Planetários – Estudo dos aspectos formados por um mesmo planeta com sua posição natal. Descrição dos significados dos ciclos dos planetas lentos. 


Progressões – Cálculo, fundamentos, conceito e interpretação das progressões primária, secundária e simbólica. 


Revolução Solar – Cálculo, fundamento, interpretação, superposição com o natal. 


Lunações e Eclipses – O ponto de vista coletivo e individual. Descrição e interpretação dos significados por casa e aspectos formados com os astros natais. 


Conjugação das Técnicas de Previsão – Trânsitos, Progressões, Revoluções, Lunações e Eclipses. 


Comparação de Cartas Astrológicas – Sinastria, mapa composto, superposição. Técnicas de previsão. 


Eletiva – Conceito, regras e métodos para escolha do melhor momento. 


Astrolocalização – Relocação, astrocartografia e espaço local. 

TEORIA

Na prática encontramos o caso real e concreto composto de uma infinidade de componentes acidentais imprevisíveis que podem não ser abarcados totalmente nem pela teoria, nem pela técnica. Por isso é preciso que o aluno pratique. A prática é o exercício real do trabalho do astrólogo que se dá atualmente em duas áreas: a) o atendimento de clientes para elaboração de perfis individuais e aconselhamento; e b) o desenvolvimento de pesquisas. 

Prática de Atendimento: com a orientação de profissionais responsáveis, visando a interpretação do mapa natal. 


Prática de Previsões: com a orientação de profissionais responsáveis, visando a aplicação das técnicas de previsões. 

TRABALHO FINAL 

O aluno deverá concluir seu curso com um trabalho final sobre tema de sua escolha pessoal que pode tanto versar sobre assunto lecionado no curso, e que ateste seu domínio sobre as matérias teóricas, como pode ser um trabalho de pesquisa.

ESPECIALIZAÇÃO COMPLEMENTAR 

Este é um currículo de referência. No entanto, como existe uma grande variedade de astrologias especiais é conveniente que o aluno escolha livremente, e segundo seu interesse, pelo menos uma das cadeiras abaixo que fazem parte de um grupo que denominamos Especializações (disciplinas que têm como objetivo fornecer informações sobre as astrologias especiais, mas nada impede que sejam acrescentadas outras especializações a este grupo, para satisfazer a necessidade dos alunos): 

Astrologia Mundial 
Astrologia Vocacional 
Astrologia Médica 
Astrologia Empresarial 
Astrologia Financeira 
Astrologia Horária 
Astrologia Meteorológica 
Astrologia Psicológica 
Astrologia Védica, etc. 

A conclusão da Especialização também vai exigir a elaboração de um trabalho final prático ou teórico sobre o assunto escolhido. 

O total de horas sugerido para a formação profissional do astrólogo, considerando apenas as disciplinas obrigatórias e uma especialização, é de 520 horas. 

Observação: A distribuição lógica adotada para as disciplinas, neste documento e no Quadro de Distribuição, não corresponde, necessariamente, à sequência temporal em que devem ser oferecidas. Ao optar pelo currículo de referência para a formação profissional de astrólogos no Rio de Janeiro, caberá a cada escola, com base nos pressupostos pedagógicos, filosóficos e operacionais, que julgar relevantes, estabelecer a carga horária e os pré-requisitos específicos para cada disciplina. 

ALTERNATIVA: 

Fundamentos de Interpretação: 


Aqueles que pretendam utilizar a astrologia para uso pessoal ou como linguagem auxiliar em outra atividade, poderão ter direito a um certificado de conhecimento dos Fundamentos da Interpretação. Para isto o aprendizado deverá cobrir as disciplinas relacionadas no Quadro Geral de Disciplinas, até o item “Interpretação de Cartas Astrológicas”. Neste caso, o número total de horas cursadas deverá ser de 200 horas, sem a inclusão da disciplina optativa. 

RELAÇÃO DE ESCOLAS E PROFISSIONAIS que colaboraram com o fornecimento de dados e opinaram com relação ao projeto que deu origem a este Currículo de Referência: 

Rio Constelar, Astro*Timing, Claudia Lisboa, Espaço do Céu, Logos, Márcia Mattos, Marilda Bourbon, SARJ e Urantia.

Rio de Janeiro, 08 de março de 2005 
Presidente do SINARJ – Celisa Beranger 
Diretor Técnico – Cid de Oliveira